Buscar
  • TXT BRAZIL

ENTREVISTA: Yeonjun para "Weverse Magazine" (nov/20)

Atualizado: 6 de Nov de 2020

"Minhas falhas fizeram de mim o que eu sou hoje." - Yeonjun

Para a pergunta "O que você considera ser um amor ideal?" o membro do TOMORROW X TOGETHER, Yeonjun, respondeu: "Nada espetacular. Pode ser seus pais, amigos ou alguém que você gosta, se você pensa neles como 'sua pessoa', então eu acho que isto é amor."



Você está impossibilidade de encontrar seus fãs devido a COVID-19.

YJ: Quando estamos nos apresentamos, ao menos o MOA pode nos ver online. É reconfortante pensar nisso, mas ainda não cobre o vazio completamente. Os inconvenientes da vida diária são suportáveis, mas não ser capaz de encontrar o MOA é um grande golpe.


"We Lost the Summer", do "minisode1: Blue Hour", também é sobre a COVID-19;

YJ: Eu posso dizer que aproveitei meus dias escolares. Não tínhamos a COVID-19 na época. Então quando eu leio a letra de "We Lost the Summer", me sinto triste em pensar o quão difícil deve ser para os estudantes agora. Mas alguns membros estavam felizes por não precisarem ir à escola (risos). Fiquei bastante aliviado. É, melhor se manter positivo. Assim (risos).


Seu teaser foi o último a ser lançado. A atmosfera geral era um pouco diferente dos outros.

YJ: Os teasers dos outros membros tinham uma atmosfera suave e brilhante. O teaser de Taehyun era especialmente muito fofo. Meu teaser era bastante "extravagante," este tipo de sensação (risos). Eu gostei desse jeito, então pensei que era algo diferente e legal.


Como foi a gravação/filmagem do vídeo?

YJ: A história é sobre brincar com os outros membros em uma roda gigante e então pular e cair em uma floresta do tipo "Alice no País das Maravilhas." Foi minha primeira vez pulando com fios amarrados, então foi memorável. Eu não estava realmente suspenso no ar, apenas atuei como se estivesse e foi editado depois. Mas foi mais difícil do que eu pensei. Era algo novo que eu não tinha feito antes então me diverti.


Você pintou seu cabelo de rosa, colocou joias nos dentes e usou camisetas cropped para as fotos conceituais.

YJ: Eu gosto de ser ousado. Me diverti usando roupas ousadas e pintando meu cabelo de cores brilhantes. Mas para usar uma camiseta cropped você precisa treinar seu abdômen. Era ótimo mostrar um novo look mas foi um pouco difícil. Eu tive que reconstruir meu corpo em um curto tempo. Eu gosto de comer, mas precisava me manter em forma antes da sessão.


Na versão "VR" da foto conceitual, "Strength" (Força) é listada como sua melhor estatística.

YJ: Ainda ontem eu malhei antes de ir para a sessão de fotos. Sempre que tenho tempo livre ou até depois do ensaio, eu malho. Eu gosto da sensação de alongar os músculos depois de me exercitar. (risos) Isso os anima. Me sinto confiante quando vejo meu corpo e pareço mais firme e muscular. Não é que eu queira parecer extremamente musculoso. Apenas quero apresentar um físico atraente. Na verdade, não éramos nós que escolhíamos nossos trabalhos ou estatísticas que iriam estar em nossas fotos — escolhemos nossas identidades.


Por que "Sweet and Soft Cotton Candy" (Doce e Suave Algodão Doce)? (risos)

YJ: Você notou que meu cabelo é uma mistura de rosa, amarelo e azul. Me disseram desde o início que o cabelo seria algodão doce. Foi assim que acabei com este nome fofo. Uma vez mencionem que espera ter um cabelo color de arco-íris, e este cabelo é bem próximo do cabelo arco-íris, então fiquei interessado.


Como foi o processo de preparação para este álbum?

YJ: Enquanto gravava a faixa título "Blue Hour," percebi que a nota no último refrão era muito alta. Ela ia para frente e para trás entre o falsete e minha voz natural o suficiente para que ficasse me perguntando, 'Isso é tudo que eu tenho?'. Eu estava envergonhado no começo. Foi um pouco sério na época. (risos) Eu senti que era melhor praticar mais.


Você também ajudou a escrever a letra para a música "Wishlist." Como você geralmente aborda um tópico quando está escrevendo uma música?

YJ: Eu me baseio em minha experiência pessoal, ou se isto não é o suficiente, eu assisto a um filme ou pergunto as pessoas ao meu redor se eles passaram por experiências parecidas. Pessoalmente, eu não acho que contribuí o suficiente para a letra de "Wishlist" para dizer que escrevi. Eu apenas voltei para a animação que eu sentia quando era jovem e inocente. Também, antes de "Wishlist" aparecer neste álbum, eu estava trabalhando em uma música diferente com o mesmo título. A história era um pouco diferente: eu escrevi sobre o final do semestre, e o desejo de ir a algum lugar com alguém enquanto está preso estudando em casa, entediado. Nosso produtor Slow Rabbit me disse que era muito boa e que devíamos incluí-la neste álbum, mas era muito tarde. Teria sido legal. Era tão boa!


Você já pensou em lançar um single ou uma mixtape?

YJ: Com certeza já pensei (rindo). Suga lançou recentemente uma mixtape. Estou realmente impressionado que ele continua fazendo sua música mesmo estando tão ocupado. Eu realmente gostaria de lançar pelo menos uma música ou mixtape. Eu acredito que a música do TOMORROW X TOGETHER explora experiências universais para adolescentes que muitas pessoas podem se identificar. Mas, visto que são músicas que todos podem se identificar, é meio difícil incluir detalhes das minhas próprias histórias particulares. Se eu fosse lançar uma mixtape, gostaria de incluir essas histórias. Acho que o MOA gostaria que eu compartilhasse essas histórias honestas, também.


Você foi um trainee por cinco anos. É o maior tempo entre seus colegas de time e como o mais velho você deve ter sentido muita pressão.

YJ: Eu sou o único no time que aprendeu a dançar em uma academia. Alguns de meus amigos nem tinham planos de se tornarem ídolos e começaram sem saber muito sobre dança. Eles não tinham nem experiência em canto profissional. Uma vez que começamos a praticar, contudo, eles se tornaram ambiciosos em cantar e dançar e colocaram tudo o que tinha ali. E quando eles eventualmente estrearam, eram todos esses artistas incríveis. Uma parte de mim ficou ansiosa, pensando coisas como, "Eu preciso ser melhor do que eles," ou, "Não posso me deixar ficar para trás." Eu não acho que isto é um problema, porém. Você precisa de um pouco de pressão para continuar crescendo.


Normalmente existem alguns requisitos para dançar bem. Por exemplo, um movimento demanda uma expressão precisa, ajuste à força e assim por diante. Você parece sempre seguir estritamente esses princípios quando está dançando.

YJ: Eu não sou um dançarino nato. No começo me foi dito que eu tinha uma boa forma cultural, mas poucos músculos. Eu eu trabalhei duro para construir minha força. Também acredito que o básico é super importante na dança. Ainda quando estava aprendendo vários movimentos, eu tentava constantemente praticar o básico com eles. Eu evoluí pouco a pouco copiando coreografias de formas diferentes, também, e assistindo a bons dançarinos.


Você escreveu em seu diário no Weverse que você havia perdido sua "própria dança."

YJ: O que eu quis dizer com "minha própria dança" era sobre praticar minha própria dança, separado da coreografia do time, porque eu costumava dançar freestyle (estilo livre). De certa forma, eu escrevi aquela entrada (no diário) quando não estava me sentindo totalmente apaixonado pela dança. Houve até um momento que eu não queria dançar. Eu sentia que não era bom dançando e perdi minha motivação. Mas isso passou e eu me encontrei dançando de novo. Nunca houve um momento que eu não gostasse de dançar.


Durante o programa "A Essência da Dança" no V LIVE, você parecia um pouco diferente e parecia confiante, mas estava com a cabeça fria ao avaliar suas habilidades de dança.

YJ: Quando eu era jovem, eu tinha uma auto-estima muito baixa, mas eu a enfrentei e evoluí bastante desde então. Mesmo agora eu não me considero excepcional. Ainda acho que caio facilmente/sou escasso, mas tento evitar expressar isso aos outros. Tento o meu melhor para dar a mim mesmo um ar de confiança, e isso por si só aumenta a minha auto estima. Eu coloco minha melhor expressão/face a frente enquanto me mantenho objetivo por dentro. É como eu planejo melhorar a mim mesmo.


Você mencionou ocasionalmente que você costumava ter uma personalidade tímida e insegura. O que aconteceu no passado que vez você ser quem é agora?

YJ: Acho que sou capaz de dizer que é por causa de tudo que eu já passei e enfrentei. Eu não chegaria aqui se não fossem as experiências que considerei como falhas no passado. Nunca gostei de perder ou ser comparado aos outros, mas eu era tímido quando criança e sempre comparava eu mesmo com aqueles ao meu redor e me colocava para baixo. Em algum ponto, eu finalmente pensei que deveria me amar mais e tentei consertar isso em mim mesmo.


É esta a razão pela qual você disse, "Primeiro em canto, primeiro em dança, primeiro em rap, Choi Yeonjun, este sou eu," quando conheceu os outros membros? (risos)

YJ: (risos) Eu disse uma vez como uma piada, mas as pessoas continuaram me dizendo, 'seja mais confiante,' e perguntavam, 'Por que você é tão tímido?'. Eu tinha muitos defeitos na época. Mas então me tornei o número um e estava tão orgulhoso. Eu ficava me gabando: "Eu sou u número um!" (risos)


Você é filho único, mas com o TOMORROW X TOGETHER você conseguiu quatro irmãos mais novos. O que mais mudou, estando junto com os outros membros?

YJ: No passado, a forma como eu falava até como pensava sobre os outros membros era imatura. Se um fizesse algo que eu não faria, eu tinha problemas em compreendê-lo e via as coisas apenas pela minha perspectiva. Mas agora eu aceitei que somos diferentes e eu os entendo melhor.


Eu entendo que você empresta ou dá roupas para os outros membros.

YJ: Quando meus amigos compram roupas as vezes eles me enviam algumas. Se houverem muitas, então eu compartilho algumas com o grupo, e se tiver alguma coisa que eu não uso mas fica bom em outro membro, eu as dou também. Eu também dou roupas como presente de aniversário. Há um casaco de pelo que Beomgyu usou no set hoje. Eu não o uso, então eu perguntei se ele gostaria de vestir e dei para ele.


Quem entre os membros você mais gostaria de mudar/repaginar?

YJ: (risos) Soobin e Hueningkai. Ah, o Hueningkai não — eu escolho Soobin. Soobin é um cara realmente bonito e legal, mas por que ele sempre usa roupas de treino? (risos) Ele fica ótimo, mesmo quando está apenas usando casualmente uma jaqueta de montaria, jeans e uma camisa preta para apresentar o Music Bank. Soobin fica bem com apenas uma camiseta e um casaco. Ver esse tipo de pessoa sempre usando roupas de treino — ele é o que eu quero dar uma repaginada. (risos)


Você também começou mencionando Hueningkai. (risos)

YJ: Hueningkai ainda é jovem então ele costuma usar roupas de academia também, ou cores primárias. Amarelo, roxo, rosa, vermelho — coisas assim. Mas porque é o Hueningkai usando, então eu mudei de ideia e tirei. Provavelmente será mais rápido vestir Soobin primeiro. (risos)


Quais são seus padrões quando está escolhendo o que vestir?

YJ: Há uma conta oficial no Instagram para o TOMORROW X TOGETHER. Eu geralmente uso essa conta para olhar contas de outras celebridades e estilistas. Eu olho em volta, vejo o que eles usam e tomo notas de como eles usam — "Ah, isso é bonito!" — e as uso como referência. Eu também costumo combinar as roupas que já tenho com algum estilo que eu tenha em mente. Frequentemente eu visito o Instagram de um estilista chamado Dooho, o qual o estilo eu realmente gosto.


No V LIVE de seu aniversário, sem saber se o presente que outro membro escolheu para você era loção ou perfume, você disse "eu prefiro loção" quando pensou que era loção e disse "eu prefiro perfume" quando pensou que era perfume. É assim que você é amável com eles. Gostaria de saber como você se sente sobre como é com os outros membros.

YJ: As vezes me sinto mal por eles. Deve haver um monte de coisas que eles desejam poder comer ou fazer, mas por estarem trabalhando desde o tempo de estudantes, eles tiveram de abrir mão dessas coisas juntos. Eu admiro o tanto de esforço que eles dão todos os dias. Como seu irmão mais velho, eu quero que eles se desafiem, sintam o fracasso e a paixão, e cresçam juntos. Quando estávamos praticando esta coreografia juntos, começou difícil e exigia fisicamente, mas nós tentamos mais para poder acompanhar o outro. Todo mundo acompanhou muito bem.


Qual a força impulsionadora por trás da habilidade do TOMORROW X TOGETHER de se adaptar um ao outro?

YJ: Os membros são realmente genuínos e bondosos. Eles não gostam de brigar, e quando há uma divergência de opinião, isso realmente os afeta. Eu acho que é assim que nos aproximamos, falando abertamente e resolvendo nossos problemas juntos. É por isso que eu acho que o conflito é importante, também. Todos nós começamos de forma diferente, mas através desse processo nós nos sincronizamos uns com os outros e nos tornamos um.


Deve ser desafiador para Soobin, sendo o líder. Você tem algum conselho para ele, sendo o irmão mais velho?

YJ: Eu disse ao Soobin que um líder nem sempre tem que liderar. Existem os líderes que lideram mas também existem os líderes que apoiam por trás. Ele está fazendo um ótimo trabalho e eu apenas espero que ele não fique estressado.


E sobre você? Onde e como você encontra apoio?

YJ: Eu falo com meus amigos, escuto música, ou assisto filmes para aliviar o estresse, e eu sempre posso depender dos outros membros para ajudar.


Existe algum filme memorável ou dramas que você assistiu recentemente?

YJ: Eu tenho assistido um monte de originais do Watcha Play* [*um serviço de streaming coreano] recentemente. Quando eu vejo canais de crítica/análise/resenha no YouTube e encontro algo divertido, eu procuro e assisto. O final do filme Midsommar* [*O Mal não Espera a Noite no Brasil] foi impressionante. Eu costumo gostar de filmes que deixam espaço para a interpretação, assim como Parasita, que é ótimo. Eu assisti os cinco primeiros episódios de Confession Couple* [*drama coreano]. Tem um ótimo roteiro original e os atores são realmente incríveis.


Qual é o personagem mais memorável de todos os filmes que você assistiu?

YJ: O personagem Ben interpretado por Robert de Niro no filme The Intern* [*Um Senhor Estagiário no Brasil] foi um destaque. Eu sinto que todos nós podemos aprender alguma coisa sobre a forma que vivemos nossas vidas assistindo o jeito que ele enfrenta a vida com paixão mesmo com sua idade avançada.


Isso me lembra da youtuber coreana Grandma Park Makrye.

YJ: Grandma Park Makrye parece levar uma vida bem divertida também. É legal como ela parece ter mais paixão do que qualquer um de nós, jovens. Eu me lembro quando Grandma Park Makrye se machucou enquanto tentava algo novo, ela disse, "Tudo bem se ferir tentando algo novo. Eles vão se curar rapidamente."


Que tipo de adulto ou artista você se enxerga se tornando no futuro?

YJ: Eu espero ser a mesma pessoa que sou agora. Prefiro ser jovem de coração e sempre em busca de um novo desafio do que me tornar algum adulto sabe-tudo. E não importa o que os outros pensam, eu quero ser alguém que se mantém verdadeiro consigo mesmo. Quero defender o que acredito e derrubar a parede dos esteriótipos e preconceitos do mundo sempre que me deparar com isso. Como um artista, eu gostaria de me tornar alguém que pode fazer os outros se sentirem melhor através da minha música. Afinal de contas, eu mesmo encontro conforto em músicas de outras pessoas. Não precisa ser para muitas pessoas, mas eu espero que a música do TOMORROW X TOGETHER possa trazer conforto e força para alguém por aí.




Entrevista original: Weverse Magazine

TRAD ENG-PT/BR: Abby (TXT Brazil)

251 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
  • Twitter - Círculo Branco
  • YouTube - Círculo Branco
  • Instagram - White Circle
  • Tumblr - Círculo Branco

COPYRIGHT © 2020 pela Equipe TXT BR

Todos da TXT BRAZIL tem o compromisso de promover o grupo sul coreano TOMORROW BY TOGETHER no Brasil.
E trazer aos fãs todas as notícias sobre o TXT, traduções, vídeos, fotos, entrevistas, etc.
DEIXAMOS CLARO QUE NÓS NÃO POSSUÍMOS NENHUM TIPO DE CONTATO
COM O GRUPO TXT OU COM SUA GRAVADORA BIG HIT.
Todo o site e trabalho feito, é realizado de fã para fã!