Buscar
  • TXT BRAZIL

ENTREVISTA: Yeonjun para PAPER Magazine (ago/21)

"Yeonjun do TXT não se contenta em ser o segundo melhor."

A vida de um ídolo é um movimento constante. É por isso que Choi Yeonjun gosta. Como dançarino, ele aprendeu a se adaptar, a resistir à inercia e seguir em frente com graça. É o que o torna tão atraente, tanto no palco como um membro do TOMORROW X TOGETHER quanto fora dele. Ele se move pela vida com uma frieza casual, a visão perfeita de um "It boy" — mas por dentro, uma fome insaciável cresce.


"Quanto mais velho eu fico e mais pessoas se interessam por nós, mais eu penso que deveria ser melhor", o artista de 21 anos conta para a PAPER. "Aumenta o meu senso de responsabilidade."


Yeonjun é um perfeccionista, nunca completamente satisfeito e sempre se esforçando para ser o melhor. Este desejo apenas intensificou à medida que a influência do TOMORROW X TOGETHER (também conhecido como TXT) cresceu. Sua ascensão como um dos grupos masculinos que mais vendem do K-pop foi rápida e talvez um pouco opressora, mas Yeonjun não considera isso um fardo. É a distinção que ele usa com orgulho. "Não considero isso um peso porque essa é a motivação que me permite crescer e continuar me esforçando para me tornar o melhor que posso," ele explica.


Ele quer ser claro: "Colocar essa pressão em mim é o que me conduz em frente."


A coisa é que Yeonjun nunca sentiu uma paixão por nada até ele encontrar a dança. Foi seu primeiro amor. Ele se junto ao clube de dança no ensino fundamental sem grandes expectativas. Na verdade, ele apenas fez isso para que pudesse ter um motivo para sair com os amigos depois da escola. Mas ele rapidamente se viu imerso na fluidez e na liberdade da dança. Aos 16, ele decidiu seguir a dança com seriedade. "É a primeira coisa que eu realmente pensava como algo que eu queria fazer no futuro," ele diz.



Crescendo, nem sempre foi fácil para se expressar em palavras. Ele era um filho único enérgico que precisava de uma válvula de escape. Então dançar se tornou uma maneira para ele articular todas as coisas que queria dizer mas nem sempre sabia como.


Ele foi descoberto pela Big Hit Music quando era um jovem adolescente, passando a segunda fase da audição com letras de sua própria autoria. Ao longo dos seus quatro anos de treinamento, Yeonjun se tornou conhecido como o "trainee lendário" da empresa, porque ele ficava constantemente em 1º lugar durante as avaliações mensais em dança, performance vocal e rap. Mas ele estava longe de ser natural, ou pelo menos é o que diz.


"Eu realmente nunca pensei que era tão bom cantando, ou fazendo rap, ou dançando," Yeonjun explica. "Eu nunca pensei realmente que tinha essas habilidade. É uma coisa que eu pratiquei. Foi apenas depois de me tornar trainee que outras pessoas me disseram que eu tinha uma voz única e que soava bem. Eu nunca pensei que tivesse talento em alguma dessas coisas."


"Estou sempre tentando mostrar melhor versão de mim mesmo quando estou me apresentando."

Não é que Yeonjun não saiba receber um elogio, mas ele gostaria de ser reconhecido pelas coisas certas. "Eu me amo," ele diz, incisivamente. "Mas estou sempre tentando mostrar a melhor versão de mim mesmo quando estou me apresentando."


Este trabalho árduo não passa despercebido. Ele tem sido reconhecido como um dos maiores artistas da sua geração. Sua performance de dança solo, parcialmente ambientada por 'Watermelon Sugar' do Harry Styles, tem mais de 7 milhões de visualizações. Foi a primeira vez que Yeonjun teve de ficar sozinho no palco, mas isso deu a ele a oportunidade de mostrar sua arte florescente. Ao mesmo tempo lúdico e legal, a performance foi uma extensão sincrônica de si mesmo.


No vídeos dos bastidores de seu ensaio, um exausto Yeonjun deita no chão de sua sala de prática. Ele está ofegante. "[Isso] não é fácil," ele diz. Depois, um momento de clareza: "Mas francamente, é mais divertido porque não é. Não é divertido se é fácil."



Não é a perfeição que ele está perseguindo; ele quer ser desafiado, por isso está ampliando suas lentes artísticas e explorando novas paixões. Ele fez sua estreia na New York Fashion Week no início desse ano em uma apresentação virtual para a marca sul coreana ul:kin. Algumas semanas depois ele lançou sua própria colaboração com a banda. "Eu mal sabia como me vestir no ensino fundamental," ele ri. "Eu era muito comum." Agora, ele diz, "Eu sinto que me visto bem, mas também quero tentar estilos diversificados. Há muito mais que eu posso fazer!"


Para ele, roupas são apenas outra forma de se auto expressar, uma forma de existir fora da binário. Moda é ilimitada e livre quanto a dança. Em uma entrevista para a Vogue Korea, ele perguntou retoricamente, "Quem decidiu quais roupas são para mulheres e quais roupas são para homens?"


Ele está amadurecendo também como compositor. Yeonjun é creditado como escritor no mais recente single do TXT 'LO$ER=LO♡ER', uma música pop rock sobre o tédio adolescente. Ele escreveu seu próprio verso. 'A queda é bela,' ele canta. 'Eu me afogo de bom grado.' É o mesmo Yeonjun que encontra alegria em se desafiar, se levar ao extremo.


"Sou rígido comigo mesmo," ele admite. No entanto, foi esse nível de diligência que lhe rendeu um novo apelido: "4th gen It Boy" (Garoto Tendência da 4ª geração). Sinceramente, ele ainda está tentando descobrir o que realmente é um "It Boy". Quando perguntado sobre suas qualidades de "It Boy", ele parou um momento para refletir realmente sobre as qualificações. "Ser visível e ser realmente bom, trabalhar duro, e se destacar," ele diz. "Acho que é daí que vem o apelido."


"É um grande orgulho, com certeza. Quando ouvimos esse título pela primeira vez, parecia que estávamos sendo realmente reconhecidos," ele acrescenta. "Para mim, é realmente um grande título. Sinto como se fosse algo que eu deva lutar para manter. Existe esse elemento da pressão, mas sou muito grato por essa pressão."


Quem é Yeonjun, se não uma pessoa que prospera sob tais condições, como um diamante formado sob uma pressão vulcânica?


"É algo que me esforço para fazer," ele diz. "Me permite fazer mais, me esforçar mais, e mostra o melhor de mim que posso."



 



Entrevista original: Crystal Bell (PAPER Magazine)

TRAD ENG-PT/BR: Abby (TXT Brazil)

Tags:

86 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo