Buscar
  • TXT BRAZIL

ENTREVISTA: Yeonjun para GQ Korea (mai/21)




GQ: Você está com o cabelo vermelho dessa vez. O apelido "o cara do cabelo vermelho" irá te seguir agora.

YJ: Acho que vou manter o vermelho por um tempo. Não sei qual cor eu devo mudar em seguida.


GQ: O que você acha do apelido "garoto IT da 4ª geração"?

YJ: Eu gosto mais desse apelido. Não sei o porquê.


GQ: O espectro de Yeonjun no palco é realmente amplo. Tem algum conceito que você quer tentar?

YJ: Eu gosto especialmente de músicas com uma atmosfera forte como "동물원을 빠져나온 퓨마 (PUMA)." Eu ensaiei muito então fiquei bastante confiante com ela. Eu ensaiei os movimentos do animal puma bastante. Mesmo quando estava parado, eu copiava o formato do movimento de um puma com as mãos. Eu quero fazer mais músicas deste tipo.


GQ: Quando eu olho para as músicas do TOMORROW X TOGETHER, acho que um ponto a se prestar atenção é o álbum "The Dream Chapter: ETERNITY," que contém essa música. O humor muda completamente. Especialmente a faixa título "세계가 불타버린 밤, 우린… (Can't You See Me?)," é uma tentativa inteligente. Eu nunca vi um dark pop sofisticado em nenhum lugar.

YJ: Na verdade, eu fiquei preocupado no começo. No começo, eu pensei que não seria uma faixa fácil de se escutar. Mas também foi uma tentativa que fizemos, e eu gosto mais de tentar fazer coisas novas do que ficar na zona de conforto.


GQ: Nesse sentido, o que pensa sobre Yeonjun lançar uma música solo?

YJ: Eu quero tentar um gênero forte, hip-hop. De alguma forma, sinto que não mostrei tudo o que tenho ainda.


GQ: Dizem que ser alto pode ser uma desvantagem na hora de dançar. Mas o desempenho do Yeonjun é bem equilibrado e revigorante.

YJ: Antes de crescer, eu dançava de forma confortável, mas assim que fiquei mais alto, fico cansado facilmente. Por isso que eu malho bastante. É um bom exercício alongar seus tornozelos para aumentar a força do seu tendão de Aquiles.



GQ: O que o multitalentoso Yeonjun quer fazer?

YJ: Eu me conheço melhor. Honestamente, eu quero ser bom em tudo, mas ainda estou falhando um pouco. É por isso que eu tendo a me morder/me cobrar demais. Não é que eu seja perfeccionista, mas sim auto-objetivo. Eu me mordo por dentro, mas tento não mostrar no lado externo. Eu sou o único que precisa saber o que está faltando, de qualquer forma.


GQ: Não consigo acreditar que você era tímido e introvertido no passado.

YJ: Desde quando eu era jovem, eu me encolhia em qualquer lugar e nunca havia amado a mim mesmo. Isso mudou um pouco quando eu comecei a dançar, mas eu ganhei mais confiança quando comecei a ter reconhecimento das pessoas ao meu redor. Foi assim que eu adquiri maturidade.


GQ: Não parece ter sido tão fácil quanto parece ter confiança e amar a si próprio.

YJ: No começo, eu não queria mostrar aos outros os meus lados falhos, o que faltava. Então eu tentava me exibir de propósito e descobrir meu lado bom, mesmo me forçando. Como resultado, eu comecei a me sentir mais confiante comigo mesmo e encontrei uma forma de me amar.


GQ: Que tipo pessoa o Yeonjun é agora?

YJ: As partes tímidas do passado não foram completamente abandonadas. Se tem apenas 1%, então tem. Mas acho que me tornei mais adulto e maduro. Mas não sei realmente. Ainda acho que sou parecido com antes. Ainda não quero crescer.


GQ: Por que?

YJ: Quando eu cresço, penso demais sobre tudo. Ainda quero permanecer ingênuo sobre as coisas.


GQ: 23 anos, está no auge da sua juventude.

YJ: É realmente incrível. O fato de que eu tenho 23 anos de idade. Eu pensava que meus 20 anos jamais iriam chegar. Quando eu era adolescente, acho que eu apenas era jovem e animado, mas agora, sinto como se eu estiver constantemente me controlando.


GQ: Há coisas que você espera que permaneçam iguais mesmo que o tempo passe, certo?

YJ: Eu espero não perder minha humildade. Não quero ficar preguiçoso. As pessoas ao meu redor me ajudam e cuidam de coisas pequenas. Eu não quero perder as coisas que posso fazer sozinho.







Entrevista original: GQ Korea (edição de março/21)

TRAD KOR-PT/BR: Abby (TXT Brazil)

56 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo