Buscar
  • TXT BRAZIL

ENTREVISTA: Beomgyu para "Weverse Magazine" (06/21)

"Eu quero ser quem eu sou, e não ser definido por qualquer papel."

As emoções do Beomgyu fluem constantemente. Ele estava mais sério que qualquer outro quando conversava com a equipe antes da filmagem, e após mergulhar nas filmagens, ele caiou no sentimento triste/carregado dado pela cor azul do fundo do cenário. No meio da gravação, a emoção que ele expressava mudou subitamente, e exclamações explodiram na cena. Após, Beomgyu tinha 21 anos [idade coreana] quando tirou as fotos em grupo com os membros. Então Beomgyu continua a se encontrar. Em meio às muitas ondas de emoções que o mundo oferece.




P: A dança em grupo mostrada no concept trailer para o álbum "The Chaos Chapter: FREEZE" é incrível. Mas sobre a dança em grupo, você disse, "Acho que é fácil. Talvez porque é algo que você possa fazer com esforço." Não parece uma dança fácil. (risos)

BG: (risos) Há momentos quando você precisa de sorte, e há momentos que você tem realmente 100% de cobertura com suas habilidades. Eu joguei basquete no Golden Disc Awards no ano passado e foi 50% sorte e 50% ensaio. Não importa o quão duro você treine, se você tiver azar e a bola quicar, já era. Mas tudo que possa reduzir as chances de falha através da prática, como uma dança em grupo, pode ser feito com esforço.


P: No videoclipe da faixa título "0X1=LOVESONG (I Know I Love You) feat. Seori" você fez interpretou uma cena jogando um isqueiro. A sorte fez parte disso? (risos)

BG: (risos) Eu tinha que jogar o isqueiro sozinho e acertar dentro do carro. Eu falhei nas primeiras duas vezes, então comecei a inventar desculpas para o diretor. "Ah, houve um vento repentino", "Dessa vez, eu só preciso jogar 2% mais leve" coisas assim. (risos) Mas a partir da 3ª tentativa, eu acertei o alvo continuamente.


P: Você parece ter um bom senso de estar em frente às câmeras. Você parecia notavelmente diferente em cada concept photo para este álbum, e até mesmo a forma que suas emoções continuavam mudando durante a filmagem para a Weverse Magazine hoje foram fantásticas.

BG: Quando estava fazendo o photoshoot, pensei assim, "ah, eu tenho que fazer assim dessa vez, e vai sair bem." Eu tento expressar essas ideias às vezes. E é muito importante compartilhar o feedback com as pessoas que trabalham com você quando está fazendo um ensaio. Foi melhor quando encontramos um meio-termo entre o que eu tinha em mente e o que o diretor queria.