Buscar
  • TXT BRAZIL

ENTREVISTA: TXT para "Teen Vogue" (jul/20)

Membros do TXT falam sobre sonhos, estreia e destino em entrevista à Teen Vogue.


"Se apenas uma pessoa pode ser curada ou consolada através da nossa música, acho ótimo."

São 11 horas da manhã em uma agradável segunda-feira em Seoul, Coreia do Sul, quando TOMORROW X TOGETHER (mais conhecido como TXT) entra no estúdio. Os cinco membros cumprimentam suavemente e sorriem para todos enquanto se apoiam em um sofá preto secional. Em um mundo ideal, essa entrevista seria realizada pessoalmente, mas, dada à pandemia, é uma chamada pelo "Zoom". Não importa o meio, esse grupo de K-pop tem energia efervescente que é naturalmente agradável; isso pode ser visto pela maneira que eles entusiasticamente acenam e aplaudem as respostas uns dos outros, e ouvido pela maneira como riem sempre que a chamada fica temporariamente atrasada.


No período de pouco mais de um ano, os membros do TXT Choi Soobin (19), Choi Yeonjun (20), Choi Beomgyu (19), Kang Taehyun (18) e Hueningkai (nascido Kai Kamal Huening, 17), acrescentaram uma lista elevada de realizações ao nome do grupo. Desde que eles entraram oficialmente em cena, através da poderosa empresa Big Hit Entertainment (casa do BTS) em março de 2019, eles atenderam à uma tour showcase de seis datas nos Estados Unidos, levaram para casa mais de 10 prêmios de música, se apresentaram no Madison Square Garden durante a KCON, e lançaram 3 álbuns em coreano e inglês que alcançaram o TOP 5 do chart Billboard World Albums. Seu primeiro álbum de estúdio se tornou o álbum de estreia com a maior classificação no chart da Billboard 200 de um grupo masculino de K-pop.


Além de seu status como grupo "irmãos caçulas" do BTS, há algo especial que atrai os fãs para o TXT — empatia, sinceridade, e um pouco de mágica. Em sua música de estreia synth-pop e espumante "CROWN", o grupo revela as complicadas dores emocionais da adolescência com uma metáfora extensa sobre superar as diferenças em serviço do amor. "Tem um chifre crescendo na minha cabeça, mas eu amo," diz o refrão, segundo a tradução oficial. "Você se tornou minha coroa." As coisas que os tornam diferentes se tornam pontos de orgulho.


"Nós realmente tentamos fazer músicas que as pessoas possam se empatizar, músicas que possam curar e tranquilizar as pessoas," diz Taehyun, o vocalista conhecido por suas incríveis notas altas, ao tradutor da Teen Vogue. "CROWN," que acumulou 15,1 milhões de visualizações no Youtube dentro de 24 horas (até o momento desta entrevista, está em 113 milhões e contando), foi na verdade uma experiência de cura para o TXT — as músicas que eles mais se apegaram em sua discografia são as que contam sua histórias de dificuldades enfrentadas antes de seu lançamento inicial como um grupo.


De acordo com Taehyun, a decisão de dedicar a discografia do grupo a documentar suas experiências de adolescente vem de um desejo de criar um tipo de música que eles desejavam ter escutado quando estavam chegando [crescendo]. "Eu acho que se eu tivesse escutado esse tipo de música quando era novo e estivesse passando por essas dores de crescimento, seria muito confortante," Taehyun disse. Beomgyu adicionou, "Se apenas uma pessoa puder ser curada ou consolada através de nossa música, ou possa se relacionar com nossa música, eu quero que será ótimo." Taehyun ecoou, "Isso me satisfaria e faria tudo valer a pena."



Cada membro chegou a seus papéis no TXT de formas diferentes. Quatro membros nasceram em várias parte da Coreia do Sul, e Hueningkai nasceu nos EUA e cresceu no exterior. Taehyun começou fazendo comerciais quando era criança, antes de entrar na Big Hit em 2016. Beomgyu recusou uma audição em Seoul porque estava no período de provas escolares, então a companhia foi até sua terra natal em Daegu. Soobin mandou sua audição em fita mas com a informação de contato errada, mas felizmente, a Big Hit foi capaz de localizá-lo depois de procurá-lo por um tempo. Hueningkai não ouviu boas notícias numa audição em outra companhia, mas um funcionário que havia se impressionado com ele, e quando este funcionário saiu para trabalhar na Big Hit, ele o convidou para fazer a audição lá. Para a segunda rodada de audições de Yeonjun, quando ele era um jovem adolescente, ele escreveu e apresentou uma letra original de rap. Depois que o TXT foi aceito pela Big Hit, o grupo passou pelo sistema de treino para ídolos padrão da indústria; cada membro passou pelo menos dois anos treinando em canto, dança, rap e mais antes de sua estreia oficial em 2019.


Antes da Big Hit vir a público com seu primeiro grupos depois de seis anos desde o lançamento do BTS, já haviam especulações sobre o TXT circulando pela internet. Na época em que o TXT havia publicado cinco vídeos introdutórios separadamente no Youtube, os fãs já estavam discutindo sobre bias em potencial (o termo popular do k-pop para membro favorito). Uma semana após estrear, o grupo apareceu no programa coreano The Show Choice, um programa musical de competição onde eles venceram. Deste ponto em diante, os fãs acompanharam esmagadoramente os jovens rapazes do TXT, que pareciam destinados ao sucesso.



"Nossa maior meta quando éramos trainees era, é claro, a nossa estreia," disse Hueningkai, que vem sendo descrito pelos fãs como "um raio de sol ambulante". "Esse era o nosso objetivo. É para isso que estávamos trabalhando."


Em entrevistas, os membros falam muito bem dos familiares que os motivaram a trabalhar duro. Beomgyu, falando para a Refinery 29, "credita sua mãe por sua resiliência." O pai de Hueningkai é um músico que o encorajou a tocar muitos instrumentos. Mas, apesar do preparo técnico e treino na arte da performance musical, preparou-o pouco para o estrelato no K-pop. Os membros do TXT admitem que a jornada foi reveladora.


Yeonjun, o membro mais velho do grupo, tem sido aberto sobre suas lutas por ser o membro que treinou por mais tempo antes da estreia do grupo, e Taehyun compartilhou que os primeiros encontros do grupo foram um pouco estranhos. "Era um ambiente totalmente novo que não estávamos acostumados, mas depois de nos encontrarmos algumas vezes, eu acho que nós realmente nos familiarizamos uns com os outros," ele explica. Beomgyu disse que ele estava surpreso quando o grupo se conheceu pela primeira vez, porque "todos os outros membros eram realmente bonitos."


Ao invés de deixar seus medos e inseguranças o segurassem, o TXT se inclinou no desejo de ter sucesso, como músicas como "Maze in the Mirror," escrita inteiramente pelo grupo e produzida por Beomgyu, o vocalista de voz suave que já apresentou covers do Radiohead e Glen Hansard no passado. "É nossa primeira música auto-escrita; é uma que conta nossa história," diz Yeonjun, o rapper principal do TXT que se apaixonou pela dança depois de se juntar a um clube na escola. "É uma história sobre nós."



Na mesma linha, Taehyun menciona "Sweat," uma música "escondida" que o grupo lançou este ano. Traduzida, a letra diz, "Se lembre dos momentos que nos encharcamos com suor. Para olhar para aqueles dias quando nossos sonhos se encontraram. Nós podemos fazer isso com nós cinco juntos." A música é uma história bem velada sobre trabalhar duro para alcançar um objetivo. "Não é uma que está no álbum, mas é uma música que lançamos para nossos fãs online," ele explica. "É uma música que contém nossa história e como nós crescemos."


O crescimento profissional do TXT foi diretamente impactado pela ascensão pública a mega fama. Parte da intensidade dos artistas de K-pop vem de seus fãs online, que os promovem e os defendem com igual fervor. Assim como muitos artistas pop contemporâneos, o TXT tem seguidores, mas o nível de dedicação de seus fãs é alto. Isso é algo que todos os cinco membros estão muito conscientes sobre, e dá a eles um senso de obrigação de fazer música intencionalmente edificante. "Nós aprendemos a ser mais cautelosos com o que dizemos e como agimos porque sabemos que podemos influenciar outros no mundo," eles disseram ao Buzzfeed numa entrevista recente. "Nós acreditamos que nos tornamos mais responsáveis e que somos capazes de manter uma mentalidade mais profissional."


Usando seus corações em suas capas líricas, os membros do TXT adotaram uma relação bem estreia com sua base de fãs MOA, um acrônimo para "Moments of Alwayness" (Momentos de Eternidade - em tradução livre). A palavra coreana Moa também significa "se reunir ou coletar", e para a Dispatch, a soma total da frase significa "reunir pedaços de sonhos para preencher um sonho mútuo do TXT e dos fãs." O grupo se conecta online com os fãs regularmente, especialmente na plataforma de comunidade dos fãs da Big Hit, o Weverse, onde eles encorajam os fãs a estuarem, respondem a cartas de amor, e escrevem entradas de diário para os fãs lerem. "Eu acho ótimo que possamos criar uma música que atraiam e ressoem com a nova geração de fãs e ouvintes," diz Soobin, o líder tímido do TXT, que mantém a moral do grupo elevada através de piadas, danças e encorajamento. "Nós gostamos de fazer músicas para pessoas adolescentes e na faixa dos 20, e é gratificante. Estamos crescendo como parte do processo também, então queremos nos manter fazendo músicas que possam ressoar com esta geração."



O TXT tem mostrado que estão dispostos a serem emocionalmente vulneráveis em sua música, mas não estão tentando crescer rápido demais. Eles são relacionáveis e patetas, mas também celebram como cada membro tem suas próprias coisas acontecendo. Nesta era de ouro de boybands, o TXT é o equivalente musical a assistir reais atores adolescentes interpretando adolescentes, ao invés de ultra glamourosos, mas irreais, na faixa dos 20 e poucos anos.


O primeiro mini-álbum do TXT, "The Dream Chapter: Star", lançado em março de 2019, definiu o tom explorando a alegria e a animação de conhecer novas pessoas e formando amizades. A emoção continua em seu primeiro álbum completo, "The Dream Chapter: Magic", lançado em outubro do mesmo ano, que apresentou esses novos amigos abandonando a banalidade da escola e as expectativas da sociedade para embarcar numa mágica aventura em busca de um oásis de outro mundo onde seriam livres para serem eles mesmos. Em "The Dream Chapter: Eternity", lançado em maio, o TXT completa seu conjunto de esboços musicais explorando juventude, amizade e confiança.


"Trabalhando em cada álbum, seria uma mentira dizer que não teve nenhuma pressão," Taehyun disse, "mas nós tentamos usar essa pressão para nos conduzir e nos motivar a fazer nossos álbuns da melhor maneira possível."



Fora do reino mágico dos videoclipes, os membros do TXT tem suas próprias personalidades únicas e intrigantes. Soobin é conhecido por ter medo de água, e o grupo tem falado bastante sobre sua relação profunda e polarizada com o sorvete de chocolate com menta. Eles também tem gostos musicais diferentes: Soobin é rápido em compartilhar seu amor bem documentado por Bebe Rexha, que recentemente se juntou ao TXT numa transmissão ao vivo pelo Instagram, e Yeonjun aprecia artistas de hip-hop como Dean e DPR Live por seus estilos e musicalidades. Beomgyu adora Adele por seus vocais poderosos, e Taehyun escolhe Kehlani por seus "grooves incríveis," e porque seu tom vocal "se destaca sobre qualquer batida." Escolha de Hueningkai? Shawn Mendes, um cantor que o grupo já fez um cover, por conta de sua voz calma. "Ele também é bom na guitarra, então são pontos em dobro!" ele disse.


É apenas quando suas agendas encerram no dia que o TXT sente que eles podem ser realmente eles mesmos. "Quando todas as nossas atividades acabam e estamos voltando para nossa casa e eu estou com os membros, eu penso que é quando eu estou mais confortável porque nós realmente conhecemos bem um ao outro," disse Taehyun. Assim como a maioria dos grupos de ídolos coreanos em seus primeiros anos, os membros do TXT moram juntos quando não estão em tour. Assistir Netflix é o passatempo favorito em casa, e Taehyun tem também uma nova obsessão: vôlei. "Eu nunca percebi o quão interessante o esporte voleibol é," ele disse.


No geral, foi um ano transformados para o TXT, não apenas pelas conquistas na carreira, mas também porque os membros passaram de trainees com olhos arregalados para versões mais confiantes e profissionais deles mesmos. "Eu acho que quando estávamos começando, tudo era realmente muito novo e confuso. Mas o tempo passou, eu desenvolvi um pouco mais um senso de responsabilidade," disse Hueningkai. "No ano passado, haviam muitos mais fãs que vinham e apreciavam e amavam de verdade nossa música, então a maneira que penso agora é que eu quero performar o meu que eu posso para devolver um pouco desse amor que recebemos."


Este ano também os incentivou a se tornarem participantes mais ativos no processo criativo de sua música daqui pra frente. "Acho que eu gostaria de participar novamente em fazer músicas e também escrever letras," diz Hueningkai. "Eu gostaria de escrever uma música que iria realmente mover o coração das pessoas." O grupo está também entusiasmado para explorar novos gêneros: "Future R&B — esse é um gênero que eu gostaria de tentar," diz Yeonjun.



"Nós tentamos vários gêneros diferentes de música," diz Soobin. "Não lançamos como uma música, mas quando éramos trainees, nós trabalhos em uma música acapella. Isso é algo que eu gostaria de fazer no futuro, se pudermos."


Assim que a série "The Dream Chapter" chegou ao fim, os membros do Tomorrow X Together tem um olhar consciente sobre o seu legado e em como podem tornar sonhos em realidade. Embora não possam revelar especificamente o que vem a seguir, eles vão continuar fazendo o que já ganhou o coração de fãs ao redor do globo: lançarão músicas honestas, autênticas que não apenas representam suas histórias pessoais, mas sua geração e o mundo ao redor deles.


"Eu penso que em sete ou dez anos daqui pra frente, vamos continuar performando como cinco de nós. Cantando, dançando, e performando. É o que eu gostaria de estar fazendo," Taehyun diz confiantemente. "Eu gostaria que as pessoas se lembrassem de nós como um grupo que pode ter uma influência positiva, e quando ouvirem nosso nome, traga um sorriso a seus rostos."




Entrevista original: Teen Vogue TRAD ENG-PT/BR: Equipe TXT Brazil

50 visualizações0 comentário