Buscar
  • TXT BRAZIL

ENTREVISTA: Hueningkai para "Weverse Magazine" (nov/20)

Atualizado: 6 de Nov de 2020

"Me deixar contar um pouco mais sobre mim."

Hueningkai entrou de forma divertida para a entrevista na sala de espera. Ele foi direto para as latas de reciclagem. Depois de separar papel, plástico e latas do lixo e colocá-los em suas latas corretas, ele deu um largo sorriso antes de retornar ao seu assento para a entrevista. Ele parece novo/puro e maduro ao mesmo tempo.



Parece que você ficou mais alto, comparado aos seus vídeos anteriores.

HK: Eu cresci 20cm depois de me tornar um trainee e depois mais 3cm quando nós estreamos oficialmente. Pude realmente sentir a mudança quando eu precisei trocar minhas roupas. Acho que tive um jato de crescimento depois de "Run Away." É a diferença de apenas um álbum, mas conversamos muito sobre como era nossa equipe naquela época. Acho que foi uma verdadeira virada na minha vida, que eu fiquei mais maduro.


Acho que o "minisode1: Blue Hour" mostrou mais do seu lado maduro comparado com a série "Dream Chapter". Ouvi dizer que você tentou entregar algumas emoções complexas aqui.

HK: Eu tentei compreender as letras tanto quanto eu pude. Também estudei expressões faciais, pois achei particularmente importante. É diferente da nossa música de estreia. Não posso apenas sorrir; preciso sorrir pouco/despretensiosamente e parecer um pouco distante. Eu também pensei, 'Não seremos mais estudantes depois deste álbum!'. Todos nós estamos chegando em nossos 20 anos agora. Honestamente, ainda sinto como se eu estivesse em algum lugar entre um adolescente e um adulto, mas é incrível já quase ser um adulto. Eu não sei o que vai acontecer quando eu fizer 20 no próximo ano, mas eu já estou curioso com as novas experiências que eu terei.


Você disse que sua música favorita deste álbum é "Blue Hour."

HK: Eu gosto da melodia, e a letra realmente fala comigo. Assistir ao pôr do sol com os amigos e olhar para o céu durante a "hora entre o cachorro e o lobo" soa tão emocional. Eu já amava a música apenas por escutá-la, mas adicionada à dança e então ela me pegou totalmente. Eu tive que lutar com os movimentos um pouco no começo porque tinha que seguir o ritmo naturalmente, ao invés de seguir a dança coreografada como antes. Eu engordei um pouco, então pareço mais forte, mas também um pouco mais lento. Acho que entrei melhor no ritmo quando me soltei e comecei a curtir o ritmo com os outros membros.


Você provavelmente pode ima