Buscar
  • TXT BRAZIL

ENTREVISTA: Beomgyu para a "Vogue Korea" (mar/21)

Atualizado: Abr 10

Confira a tradução da parte do Beomgyu da entrevista feita pela revista Vogue Korea com o TOMORROW X TOGETHER.



P: O nome do seu grupo é "Você e eu, que somos diferentes, mas nos juntamos em um sonho para construir um novo amanhã juntos." O que esse 'sonho' significa aqui?

BG: Quando éramos trainees, nosso sonho era estrear. O motivo pelo qual todos nós cabemos no time do TOMORROW X TOGETHER é porque todos nós temos personalidades únicas e somos realmente diferentes. Ao mesmo tempo, quando nós cinco nos encontramos pela primeira vez, não nos demos bem numa extensão severa. Porque pessoas diferentes umas das outras pensam que são as únicas que estão certas. Mas com o sonho de estrear os membros começaram a trabalhar juntos para alcançar este sonho em comum. Agora, acho que esse sonho tem um alcance maior. Eu deveria dizer o sonho se expandiu? Uma pessoa pode ter o sonho de se tornar um modelo de comportamento, outra pode ter o sonho de compor músicas. Todo mundo está perseguindo um sonho deste tipo. Para mim, eu quero compor.


P: Existe um motivo pelo qual você quer produzir músicas?

BG: Porque, para mim, é uma forma de me expressar. Sendo honesto, eu não consigo falar facilmente para alguém quando estou passando por um momento difícil. 'Maze in the Mirror', que eu escrevi, é uma música onde expresso o conteúdo de "Eu não sei mais para onde devo ir, não consigo sair desta queda." Eu apenas produzo músicas quando estou em um momento dificil. É algo que torno a olhar quando está difícil. Porque nestes momentos, eu preciso de alguma coisa para me expressar.


P: Como você veio a produzir 'Maze in the Mirror'? Vi na mídia estrangeira que você disse "Era uma música que se originou de ver uma pessoa diferente de mim mesmo no reflexo do espelho quando ensaiava música e dança."

BG: Eu realmente não sei, quando estou cheio de confiança e olho para o espelho eu acho que pareço legal e se estou cantando ou dançando eu sempre acho que pareço bem. Geralmente, a queda vem em minha direção quando penso em minhas falhas. E quando uma queda começa a me devorar, continua até o fim. Nestes momentos, eu odeio olhar para o espelho porque não gosto de nenhuma das minhas danças.


P: Do que você tem orgulho de si mesmo? O que você quer melhorar?

BG: Deve haver pessoas que treinaram por mais tempo que eu e são mais talentosas, então tenh